Pato quer voltar à Seleção, revela atrito com Ceni e cogita jogar no Fla

Depois de passar momentos difíceis no futebol italiano e no Brasil, Alexandre Pato acredita que já recuperou a carreira no Villarreal. Por isso, em entrevista ao Globoesporte, ele falou sobre a possibilidade de voltar à Seleção Brasileira em breve. Ele também comentou sobre o futebol brasileiro, revelou que teve atritos com Rogério Ceni no São Paulo e cogitou jogar no Flamengo futuramente. Pato disse que tem trabalhado com foco para receber uma chance no time de Tite em 2017: “vi uma entrevista em que o Tite disse que vai dar oportunidade para quem ele achar que merece. Vou trabalhar ao máximo, dar tudo aquilo que posso dentro de campo para que possa receber uma chance. Quero ter uma chance para mostrar que posso estar ali na Seleção. E vou esperar. Meu objetivo é voltar à Seleção neste ano, quero ter essa oportunidade de vestir a camisa. Esse é meu primeiro objetivo”. O atacante está com seis gols e duas assistências em 23 jogos nesta temporada. Ele aposta na própria versatilidade para conseguir a convocação: “estou trabalhando forte, tentando melhorar meu estilo de jogo, jogar em outras posições para ser útil não só em determinado momento da partida. Mas estou bem, tenho esse foco”. Pato lembrou que já teve uma discussão com Tite no Corinthians, quando errou um pênalti de forma displicente na Copa do Brasil. Mas ele acredita que isso não deve atrapalhar e aproveitou para elogiar o técnico: “a culpa foi toda minha, eu que errei, bati um pênalti que prejudicou muito o time e repercutiu muito depois dentro do vestiário. Não houve discussão, mas o Tite falou coisas que ajudaram muito na minha formação, no meu jeito de pensar depois daquilo tudo. Muitas das palavras que ele me falou já saíram na mídia, ele também falou em um livro. Depois daquilo pude pensar em muitas coisas, na minha vida dentro e fora de campo. Fiquei muito triste e abalado”. Outro que teve um atrito com Pato foi Rogério Ceni, hoje técnico do São Paulo. E apesar disso, o atacante acredita que o ex-goleiro terá sucesso na nova carreira: “muita gente não sabe, mas eu algumas vezes já tive alguns atritos com o Rogério na frente de todo mundo, em reuniões com o grupo. Eu e ele debatemos muitas coisas. O Rogério para mim é um ídolo. Acho que ele tem tudo para dar certo agora no São Paulo”.Pato quase foi camisa 10 do São Paulo (Foto: Alexandre Loureiro / Getty Images Sport). Na entrevista Pato mostrou diversas vezes que tem vontade de voltar a jogar no São Paulo. Inclusive afirmou que, antes de ir para o Villarreal, esteve perto de acertar com a camisa 10 do Tricolor: “eles me trouxeram uma camisa pronta com o número 10. Só que algumas coisas não deram certo. E quando acertei com o Villarreal, falaram que deu certo. Só que aí é como se fala, o trem já tinha passado”. E tem mais um clube que Pato ainda cogita jogar quando voltar ao futebol brasileiro: “depois que conheci a Fiorella (Mattheis, namorada do atacante), me identifiquei muito, vejo e comento algumas fotos do Flamengo. Gosto do estilo do Flamengo. Ela quer que a gente um dia volte para lá e que eu jogue no Flamengo. Houve boatos, algumas coisas que falaram, falaram com meu empresário, mas não passou disso”.

Deixe seu Comentários aqui na nossa Fan Page Facebook