Exclusivo: Câmera Record traz reportagem especial sobre o caos nos presídios e entrevistas com os líderes das facções

A nova temporada do Câmera Record estreia nesta quinta-feira (26), às 23h, com reportagem especial sobre a onda de rebeliões em presídios do Amazonas, Rio Grande do Norte, Maranhão, Roraima e Mato Grosso do Sul. O programa traz entrevistas e imagens exclusivas com os líderes das facções que estão por trás dos conflitos que se espalharam pelas penitenciárias do País. O programa escalou dezenas de jornalistas para investigar e levar ao público um especial exclusivo sobre as conexões do crime organizado com autoridades e mostrar por que as cadeias brasileiras transformaram-se em arenas de guerra e verdadeiros depósitos humanos, além de escancarar os segredos das facções criminosas, como o Sindicato RN, Família do Norte, Comando Vermelho, PCC e o Bonde dos 40.

Veja reportagem sobre onda de rebeliões em presídiosDivulgação/Record TV

Especialistas na área revelam o descaso das autoridades em relação ao sistema prisional. O juiz federal Odilon de Oliveira, responsável pela vara de crimes de lavagem de dinheiro e contra o sistema financeiro nacional de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, é um dos ouvidos pelo programa e faz sua avaliação.

— A matança em série de dezenas de presos expõe uma ferida que vários governos, durante décadas, não tiveram coragem de curar.

A reportagem conta como atuam os tribunais do crime dentro da cadeia e contextualiza a guerra entre facções pelo domínio das fronteiras entre Brasil, Colômbia, Peru e Bolívia.

O Câmera Record entra pela primeira vez no Complexo Penitenciário São Luís após o assassinato de 22 presos, em 2013, no Maranhão, tragédia mundialmente conhecida como o “massacre de Pedrinhas”. Destaque para as entrevistas com lideranças de quatro facções que dominam o presídio – Bonde dos 40, PCC, Comando Vermelho e Comando Organizado do Maranhão. Um dos líderes surpreende com ao falar sobre o assunto.

— Eu aderi ao PCC porque ele dá apoio pra nós, diferente dos grupos daqui, que saem matando todo mundo.

 Em Natal, no Rio Grande do Norte, os repórteres acompanham a operação da Força Especial na retomada de um presídio das mãos do grupo criminoso Sindicato RN. São três horas de muita tensão e imagens inéditas.

A reportagem traz detalhes da Operação La Muralha que investigou a facção Família do Norte e suas ramificações no judiciário e no governo do Amazonas, estado que registrou a maior matança em série de presos do País, com 56 detentos mortos, a maioria decapitada e esquartejada.

E mais: um raio X do Presídio Federal de Mossoró, no interior do Rio Grande do Norte, pra onde foram transferidos vários líderes das facções Família do Norte e PCC, mostram o centro de segurança da penitenciária, que nem os agentes têm acesso, e as celas mais temidas pelos chefões do crime organizado.

Fonte: R7

Deixe seu Comentários aqui na nossa Fan Page Facebook