Ponte Preta estuda fazer mudanças na defesa

Em busca da reabilitação no Campeonato Paulista, a Ponte Preta deverá contar com uma nova defesa na partida de quarta-feira (15), às 19h30, no Estádio Santa Cruz, diante do Botafogo. O time não terá o lateral Jeferson, que teve uma lesão muscular na coxa direita, e também não deverá contar com a dupla de zaga formada por Kadu e Fábio Ferreira por questão técnica.
Nesta segunda-feira (13), enquanto um grupo de torcedores protestava em frente ao Majestoso pedindo mudanças na equipe, o treinador Felipe Moreira comandava um treino no CT do Jardim Eulina com três alterações na zaga. O goleiro Aranha e o lateral-direito Nino Paraíba devem ser mantidos.
O técnico deverá optar por Artur, que veio do Internacional, na lateral e Marllon e Yago, que vieram do Atlético-GO e Corinthians, respectivamente, no meio da defesa.
Logo depois da derrota para o Tricolor, Felipe já deixava claro que poderia mexer. “No todo, o nosso jogo não foi bom. Aconteceram erros que precisam ser corrigidos, mas é bola para frente. Quando ganhamos não é tudo bom e quando perdemos também não é tudo ruim”, avaliou o comandante.
Com três pontos e saldo negativo de dois gols, a Macaca ocupa a 13ª colocação na classificação geral do Paulistão, à frente apenas do Red Bull, São Bento e Ferroviária. Em caso de novo tropeço, poderá até entrar para a zona de rebaixamento, que este ano atinge apenas os dois piores no geral.
Na última rodada, o Pantera venceu o Novorizontino por 2 a 1, em casa, e está em 3º no Grupo A e em 9º no geral. O jogo de quarta em Ribeirão Preto será às 19h30, com boa expectativa de público.
Na história do Paulistão, as equipes já se enfrentaram 63 vezes com retrospecto bastante equilibrado. São a 22 vitórias para cada lado e 19 empates. O time de Ribeirão Preto marcou 81 gols e a equipe campineira fez 79.
Fora de casa, a Ponte não costuma superar o adversário. Tanto que, em 33 jogos pelo Paulistão, o Botafogo venceu 17, empatou nove e perdeu apenas sete vezes. No último encontro, pelo Paulista do ano passado, houve empate por 1 a 1, no Moisés Lucarelli, com gol de Alexandro, aos 46′ da etapa final.
A diretoria Macaca espera definir a contratação de um jogador “bastante interessante” até o final da semana. Segundo o diretor de futebol Gustavo Bueno, o negócio está perto de ser fechado, mas não quis adiantar nem a posição. O reforço deve ser um atacante de área.

Deixe seu Comentários aqui na nossa Fan Page Facebook