Palmeirenses evitam entrevistas, e clube fecha treino após derrota

© Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

A derrota no Derby disputado na noite desta quarta-feira marcou o final de uma longa série invicta do Palmeiras na condição de mandante. Após o revés por 2 a 0 diante do Corinthians, os jogadores do time da casa evitaram as entrevistas na zona mista do Palestra Itália e o clube decidiu fechar o treino de quinta.

O Palmeiras não perdia com o mando de campo desde 24 de julho de 2016, data do tropeço por 1 a 0 contra o Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro. A partir de então, foram 31 jogos de invencibilidade (23 vitórias e oito empates), série encerrada diante do arquirrival.

Logo após a terceira derrota consecutiva do Palmeiras (o time vinha de tropeços contra Barcelona de Guaiaquil e Cruzeiro), alguns jogadores concederam entrevistas para emissoras de rádio e televisão dentro do gramado, entre eles o zagueiro Edu Dracena, o atacante Willian e o goleiro Fernando Prass.

O técnico Cuca, como de costume, concedeu entrevista coletiva e, durante 19 minutos, não hesitou ao assumir a culpa pela derrota diante do Corinthians. Já os atletas preferiram não conversar com a imprensa na zona mista, como fazem habitualmente.

O Palmeiras treina na Academia de Futebol durante a tarde desta quinta-feira. Após a derrota diante do Corinthians, a assessoria de imprensa do clube informou que os trabalhos serão fechados à imprensa e não haverá entrevista coletiva.

Com 19 pontos ganhos, o Palmeiras ocupa a sexta posição do Campeonato Brasileiro. Às 11 horas (de Brasília) deste domingo, na tentativa de se reabilitar, o time alviverde encara o ameaçado Vitória, integrante da zona de rebaixamento, no Estádio Palestra Itália.

Deixe seu Comentários aqui na nossa Fan Page Facebook

error

Gostou deste Site? Por favor, espalhe a notícia para seus amigos:)