Prior é acusado de estupro em três ações na Justiça, de 2014 a 2018, revela reportagem

A revista Marie Claire revelou vários processos que correm na Justiça contra o participante do BBB 20, Felipe Prior. Os documento o acusam formalmente de violentar mulheres entre os anos de 2014 e 2018.

BBB20: Prior é o décimo eliminado com 56,73% dos votos | Em tempo

Segundo a Marie Claire, o primeiro caso aconteceu em 2014, quando a primeira vítima, chamada pela reportagem de Themis, foi abusada em um carro voltando de uma festa com o rapaz. Na ocasião, ela disse que estava bêbada e sem forças quando recusou as investidas insistentes de Prior – que levava ela pra casa e parou o carro tentando colocá-la no banco de trás – e ele usou sua força contra ela na situação, o que acabou lhe rendendo uma laceração em seu lábio vaginal esquerdo.

Ao se dar conta do machucado, ele teria se oferecido para levá-la ao hospital. Ainda segundo a reportagem da Marie Claire, Themis respondeu chorando que queria ir para casa. Felipe a deixou no portão de sua casa e partiu.

Em sua recuperação, ela precisou usar uma fralda geriátrica para conter o sangramento que o ferimento causou, um corte de três dedos de comprimento na região genital. A vítima ainda relatou sofrer com constantes crises de pânico ao lembrar do acontecido até hoje.

Fonte: Poenaroda

Deixe seu Comentários aqui na nossa Fan Page Facebook