Ex-Rouge pede auxílio emergencial: ‘Fui inventar de ser artista’

Karin Hils, ex-integrante da banda Rouge, postou um desabafo nas redes sociais. No Twitter, a cantora disse aos seguidores que socilitou o auxílio emergencial do governo por necessidade financeira.

“Para muita gente pode parecer que o jogo tá ganho, mas não está. É lamentável o que estamos todos juntos passando nesse país. Eu me incluo, como artista, mulher e preta. Hoje fui tentar pegar minha parcela do auxílio emergencial”, revelou.

E em seguida, lamentou a profissão, uma das mais afetadas durante a pandemia.

“Tava uma fila do cão e ainda tinha gente sem máscara. Isso é pra vocês terem uma ideia que não tá fácil para ninguém. Vi minha vida virar do avesso. Fui inventar de ser artista. #tenhoféquevaipassar”, disse.

Karin chegou a estrelar o Donna Summer Musical, dirigido por Miguel Falabella. A peça estreou no início de março em São Paulo, no entanto, teve a programação cancela por causa do coronavírus.

Formado em 2002, o Rouge era o fenômeno nacional na época. O grupo chegou a ser chamado de “As Spice Girls brasileiras”. O primeiro álbum da banda chegou a vender mais de 1, 2 milhões de cópias. Dentre os hits, a música Ragatanga alavancou o grupo para o sucesso no Brasil e em diversos países da América Latina, África e Europa.

Deixe seu Comentários aqui na nossa Fan Page Facebook